Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Moradora vive ao lado de cemitério: "Qualquer dia ainda entra um funeral aqui em casa"

Habitante de Amares contra alargamento do cemitério. Moradia tem agora vista direta para campas.
Fátima Vilaça 17 de Março de 2019 às 10:09
A carregar o vídeo ...
Habitante de Amares contra alargamento do cemitério. Moradia tem agora vista direta para campas.
As traseiras do cemitério de Bico, em Amares, estão, há mês e meio, ‘abertas’ para a casa de Rosa Fernandes. O muro de delimitação foi demolido para o alargamento que a moradora contesta. Rosa Fernandes garante que a Junta de Freguesia de Bico não cumpre a lei do afastamento obrigatório de dez metros das habitações e já deu entrada com um processo em tribunal. Quer travar o avanço da obra. Mas até que haja decisão, Rosa e a família são forçados a olhar para campas e jazigos sempre que saem às varandas. A Junta garante que está tudo legal.

"Há mês e meio que não faço mais nada se não chorar. Estou revoltada. Vivo aqui há 25 anos e fui informada pela imprensa local do alargamento do cemitério. Um alargamento que praticamente entra pelas portas da minha casa e nem tiveram a decência de falar comigo", conta.

Rosa Fernandes não se conforma com a decisão da Junta. Diz que, além de ter tido uma "atitude prepotente" com os confrontantes, a autarquia está a agir contra a lei. "Se não deixarem os dez metros a que são obrigados por lei, qualquer dia estou a almoçar ou a jantar no terraço com a minha família e tenho um funeral a entrar-me em casa", desabafa.

Ao CM, o advogado de Rosa, que já entrou com uma ação no Ministério Público de Amares a exigir a entrega de documentos, diz que a lei é clara e que os trabalhos de terraplanagem que já foram feitos são "uma violação flagrante" das normas. Santos Oliveira garante que o próximo passo é uma providência cautelar para travar o alargamento do cemitério. Até lá, o autarca, Fernando Soares, garante que os trabalhos prosseguem.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)