Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Morre a apanhar cerejas para filho

Ernesto Teixeira tinha 87 anos. Neta viajou de França para celebrar aniversário do avô, na quarta-feira, e deveria ser ela a levar frutos para o pai, filho do idoso
24 de Maio de 2014 às 08:54
Ernesto Teixeira (foto peq.)
Ernesto Teixeira (foto peq.) FOTO: Francisco Manuel

Apesar de proibido pela mulher de o fazer, Ernesto Almeida Teixeira aproveitou uma pequena ausência da companheira e subiu a uma árvore. O objetivo era enviar, através da neta, cerejas para o filho que está emigrado em França. A queda de cerca de cinco metros foi fatal para o homem de 87 anos, ontem de manhã, em Lourosa de Matos, concelho de Arouca.

"Ele tinha problemas de mobilidade e a mulher não o deixava subir às árvores. No entanto, por volta das 09h00, quando ela saiu para ir tratar dos animais, ele aproveitou para ir apanhar as cerejas", explicou ao CM Mário Teixeira, irmão da vítima.

"Queria tirar partido do facto de a neta ter vindo ao aniversário para enviar as cerejas para o filho. Era um gosto que ele tinha", lamentou ainda o irmão. A mulher de Ernesto e uma das filhas - a única que se encontra no País - ficaram em choque. Na pequena aldeia da encosta da serra da Freita, os moradores estavam incrédulos.

Ernesto Teixeira caiu para a estrada. Foi encontrado por um popular que passava pelo local. Quando as equipas de socorro chegaram, o idoso encontrava se já em paragem cardiorrespiratória. A neta veio para o seu 87º aniversário, festejado na última quarta-feira, e deveria regressar hoje a França.

"Ele andava com auxílio de uma canadiana, mas nunca deixou de trabalhar as terras", recordou um amigo. Os três filhos que estão no estrangeiros deverão viajar para assistir ao funeral. O corpo será autopsiado em Santa Maria da Feira.

Ernesto Teixeira AROUCA ANIVERSÁRIO CEREJA
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)