Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Morre afogado em piscina

O corpo de Valentim Fortunato, 81 anos, foi encontrado a boiar, na piscina da casa da filha
23 de Setembro de 2013 às 01:00
O corpo foi encontrado de manhã e removido para autópsia, pelos Bombeiros da Marinha Grande
O corpo foi encontrado de manhã e removido para autópsia, pelos Bombeiros da Marinha Grande FOTO: João Matias

Um homem de 81 anos, que estava desaparecido desde a noite de sábado, foi encontrado morto ontem de manhã, na piscina da casa da filha, situada junto à sua, em Garcia, Marinha Grande.

Valentim Fortunato sofria de Alzheimer e, por vezes, "ficava desorientado", disse ao CM uma vizinha, adiantando que, no sábado, ao final da tarde, ele foi visto a caminhar, junto ao muro que envolve a propriedade. "Andava por ali, com uma foice na mão e parecia estranho, como se não soubesse o que estava a fazer", contou.

Apesar de estranharem o seu comportamento, os vizinhos não imaginavam que não voltavam a ver o idoso com vida.

"Só soube de manhã que ele estava desaparecido e fiquei em choque", contou a vizinha e prima Gracinda Reis, referindo que Valentim Fortunato se terá desequilibrado e caído à piscina. O corpo foi descoberto de manhã, pelos bombeiros e GNR.

O idoso, ex-emigrante em França, vivia com a mulher, mas passava os dias na Santa Casa da Misericórdia. Já esteve em vários lares, mas nunca se adaptou e acabava sempre por voltar para a sua casa.

As causas da morte são desconhecidas, tendo o corpo sido removido para autópsia para a morgue do Hospital de Leiria.

marinha grande morte piscina afogado autópsia
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)