Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Morre esfaqueado por causa de cerveja

Suspeito fugiu mas acabou por ser detido pela Polícia Judiciária, que investiga o caso.
6 de Maio de 2014 às 06:44
Foi neste local que a vítima foi morta à facada
Foi neste local que a vítima foi morta à facada FOTO: CMTV

Um homem de 28 anos foi morto à facada, na noite de sábado, no exterior de um café no bairro da Cruz Vermelha, em Alcabideche, concelho de Cascais. Ao que tudo indica, Artur Dias envolveu-se numa discussão com outro homem, devido a uma cerveja que tinha sido paga pelo suspeito.

O agressor, João Relvas, de 27 anos, foi a casa buscar uma faca de cozinha, e, quando voltou, esfaqueou a vítima no peito, tendo depois fugido.

Segundo o avô da vítima, uma equipa do INEM tentou reanimar o homem, mas este acabou por morrer. "Eu estava em casa a ver televisão e uma pessoa disse-me que tinham espetado uma faca ao meu neto. Fui lá e ainda o vi a respirar. Foi feita reanimação, mas o rapaz apagou-se. O chão ficou cheio de sangue", explica Francisco Pais, de 78 anos.

Ao local foi chamada uma ambulância do INEM, e, cerca das 00h30, foi dado o alerta à GNR de Alcabideche, que fez um perímetro de segurança. O suspeito acabou por ser detido pela Polícia Judiciária e já foi presente a primeiro interrogatório. Segundo os moradores do bairro, o agressor já tinha antecedentes criminais e estaria a cumprir serviço comunitário na Câmara de Cascais.

De acordo com o avô, a vítima estava desempregada e tinha planos para emigrar para Angola e trabalhar com o pai. Artur Dias deixa uma filha, de 12 anos, que vive com a mãe em Inglaterra.

O corpo já foi autopsiado e levado ontem para a Igreja do bairro da Cruz Vermelha.

Alcabideche esfaqueamento vítima facada morte cerveja
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)