Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Morre no mar com colete salva-vidas

Imigrante da Costa do Marfim encontrado a boiar a mais de 70 quilómetros da costa algarvia. Terá estado no mar vários dias sem conseguir pedir socorro
5 de Setembro de 2013 às 01:00
Corpo foi recolhido pela embarcação salva-vidas de Ferragudo e pela Polícia Marítima
Corpo foi recolhido pela embarcação salva-vidas de Ferragudo e pela Polícia Marítima FOTO: Pedro Noel da Luz

Vestia um colete salva-vidas e terá estado no mar vários dias, sem conseguir pedir socorro. O cadáver foi encontrado a boiar, a cerca de 40 milhas da costa algarvia (mais de 70 quilómetros). As autoridades identificaram o corpo como sendo de um homem, 36 anos, originário da Costa do Marfim. Suspeitam que se trata de um imigrante ilegal, que terá tentado chegar à Europa, através da costa portuguesa. A Polícia Judiciária de Portimão está a investigar se a vítima sofreu ferimentos antes de cair à água, em alto-mar, não estando colocado de parte a hipótese de crime.

O cadáver, ao que o CM apurou, foi encontrado por um navio mercante, a 40 milhas a sul de Albufeira. A tripulação da embarcação avistou o corpo a boiar. Foram alertadas as autoridades portuguesas e a Autoridade Marítima do Sul enviou para o local a lancha salva-vidas de Ferragudo, para recolher o cadáver, que chegou ao início da madrugada de ontem a Portimão, com o apoio da Polícia Marítima. A viagem para recolher o corpo demorou cerca de quatro horas.

"O corpo estava em avançado estado decomposição. Tinha documentos e vestia colete salva-vidas", confirmou ao CM o comandante Santos Pereira, da capitania do Porto de Portimão.

Uma equipa da PJ realizou as primeiras diligências, quando o corpo chegou a terra. Os Bombeiros de Portimão fizeram o transporte para o gabinete de medicina-legal para a realização de autópsia, que irá revelar as causas da morte. n

MORTE ÓBITO COLETE
Ver comentários