Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Morreu a seguir a mãe

Um homem de 37 anos, residente em Póvoa de Santo António, Canas de Senhorim, Nelas, faleceu no domingo à noite depois de se ter despistado de motorizada na altura em que acompanhava uma ambulância onde seguia a mãe.
22 de Agosto de 2006 às 00:00
O acidente verificou-se pouco depois das 21h30 perto de uma rotunda da estrada que liga a aldeia a Canas de Senhorim. Os bombeiros foram chamados a Póvoa de Santo António para socorrer Dores Lopes Castanheira, de 69 anos, que se estava a sentir mal, aparentando uma crise nervosa.
De acordo com os bombeiros, Raul Santos Castanheira, filho da doente, estava também muito nervoso e fez questão de acompanhar a mãe até ao Centro de Saúde. Poucos quilómetros depois, por razões desconhecidas despistou-se para a berma. “Apesar do aparato, o homem levantou-se sozinho e permaneceu no local até à chegada de outra ambulância que depois o transportou para o Centro de Saúde”, referiu Alexandre Borges, comandante dos Bombeiros de Nelas.
Raul Castanheira, divorciado e que residia com a mãe e uma filha de 14 anos, acabou por falecer nas urgências da unidade de saúde após uma paragem cárdio-respiratória.
Os habitantes de Póvoa de Santo António ficaram chocados com a morte do conterrâneo. “Encontrou a morte quando tentava salvar a mãe”, disse ontem ao CM Aires da Cruz Paz. “Era muito trabalhador e amigo de toda a gente”, adiantou Fernando Rodrigues, vizinho.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)