Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

“Morreu afogado à frente do irmão”

O capacete branco a boiar no rio Paiva, a cerca de 500 metros do local onde anteontem João Filipe Borges, de 34 anos, caiu do barco em que seguia com mais sete pessoas, entre as quais o irmão, que o viu morrer, chamou a atenção dos amigos do praticante de rafting, que ontem de manhã percorriam as margens do curso de água à sua procura. Imediatamente chamados ao local, os bombeiros encontraram o corpo da vítima.
18 de Janeiro de 2010 às 00:30
Bombeiros de Nespereira fizeram buscas e resgataram ontem o corpo de João Borges
Bombeiros de Nespereira fizeram buscas e resgataram ontem o corpo de João Borges FOTO: Alexandre Panda

"Por volta das 09h30, vimos o capacete e alertámos os bombeiros. Para a família e para nós foi um alívio ter encontrado o corpo. Assim podemos fazer o luto", disse ao CM um dos amigos de João. O bancário estava prestes a ser pai pela primeira vez.

Devido aos difíceis acessos ao local, o corpo, que não tinha sinais de qualquer ferimento, foi retirado apenas algumas horas depois, perante o olhar triste de dezenas de amigos que lamentavam a morte.

Ontem, em Castro Daire, de onde João era natural, o ambiente era de consternação. O irmão do praticante de rafting, que assistiu à queda de João à água, estava em choque e mal conseguia explicar aos familiares o que acontecera.

"O irmão está muito abalado porque o viu a morrer afogado. Não consegue falar do que aconteceu sem começar a chorar", contou Manuel Paiva, primo da vítima.

Ao familiar, o irmão de João contou que junto à Ponte da Bateira, em Fornos, sentiram uma turbulência e imediatamente o instrutor do barco mandou os tripulantes saltarem para o lado da margem. João não respeitou a ordem e saltou para o lado contrário. Permaneceu alguns minutos à tona, mas algum tempo depois desapareceu, perante o olhar do irmão e dos amigos de aventuras radicais.

A vítima trabalhava num banco e era casada. A viúva, grávida de uma menina, estava ontem inconsolável. A autópsia ao corpo deve ser realizada durante o dia de hoje.

PORMENORES

BUSCAS

Os bombeiros procuraram o corpo de João Borges no rio e também nas margens, durante mais de 20 horas.

ENCONTRADO

O cadáver foi encontrado a 500 metros do local onde anteontem João desapareceu.

Ver comentários