Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Morreu trucidada no Metro

A mulher que morreu anteontem de madrugada na linha do Metropolitano de Lisboa foi atingida por uma máquina de manutenção que circulava no local, disse à Lusa fonte da empresa.
2 de Janeiro de 2006 às 00:00
Corpo foi encontrado na linha
Corpo foi encontrado na linha FOTO: Luís Neves
“Uma máquina de manutenção da via férrea embateu em algo que depois se veio a verificar ser uma senhora”, disse o responsável pelas relações públicas do Metro, Nuno Soares.
“O corpo estaria caído na via férrea. É possível que já estivesse morta ou que tenha morrido no embate, mas as autoridades é que vão apurar as circunstâncias”, acrescentou.
Nuno Soares precisou que o incidente ocorreu cerca das 02h20 “na galeria entre as estações de Roma e Alvalade, a cerca de cinquenta metros da estação de Roma, num local vedado aos clientes, quando o Metro já se encontrava encerrado”.
A mulher, de 58 anos, foi trucidada pela composição. O corpo foi transportado para o Instituto de Medicina Legal.
Ver comentários