Morreu uma das primeiras universitárias

Foi ontem a enterrar Maria Virgínia Pestana, que fez parte da primeira turma de mulheres a entrar, em 1917, na universidade e fundou a primeira república estudantil feminina de Coimbra. Com 111 anos e uma das pessoas mais idosas do País, Maria Virgínia morreu no domingo, na casa de uma das filhas, em Coimbra, com quem vivia há alguns anos.
03.08.10
  • partilhe
  • 0
  • +
Morreu uma das primeiras universitárias
M.ª Virgínia morreu domingo Foto João Henriques

Natural do Porto mas residente, desde muito nova, em São Pedro do Sul, Maria Virgínia fez o liceu em Viseu e licenciou-se em Ciências Físico--Químicas na Universidade de Coimbra, cidade onde foi professora durante 40 anos, depois de ter leccionado em Lisboa. Filha de um médico, ficou órfã de mãe aos cinco anos de idade. Casou com Ernesto Pestana, que veio a ser governador civil de Coimbra entre 1954 e 1959, de quem ficou viúva aos 68 anos. Tinha seis filhos, treze netos e oito bisnetos.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!