Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

“Morte acidental”

Preso pelo homicídio à pancada do colega Abel Ureña, no Hotel Ushuaia Beach, o português Paulo Baptista disse ontem ao juiz no tribunal de Ibiza, em audiência preliminar, não ter "morto ninguém – ele morreu acidentalmente, ao cair no chão e bater com a cabeça". É esta a tese de defesa do segurança, que após o soco fatal fugiu para a Holanda, em Agosto.

5 de Janeiro de 2012 às 01:00
Baptista fugiu para a Holanda depois do homicídio e acabou extraditado para Ibiza em Novembro
Baptista fugiu para a Holanda depois do homicídio e acabou extraditado para Ibiza em Novembro FOTO: Direitos reservados

O advogado de Paulo Baptista – foragido à Justiça portuguesa depois de ter sido condenado a seis anos de cadeia no caso ‘Máfia da Noite’ de Lisboa – diz que a briga se deveu a uma situação que envolvia drogas. "O Ureña foi surpreendido a traficar droga a vários clientes do Ushuaia, o que originou um confronto, já que o português era o chefe de segurança do espaço", disse Andreu Van den Eynde, à saída, após duas horas de audiência.

O defensor de Paulo Baptista, que foi capturado na Holanda em Novembro, pela polícia local, diz mesmo que o segurança português, "por motivos pessoais, é uma pessoa que odeia drogas".

Perante o juiz, Baptista disse que não foi o murro que deu em Ureña que o matou, mas sim a pancada sofrida na queda. Já o advogado da família da vítima defende que se está perante um homicídio doloso, pelo que Paulo Baptista incorre numa pena entre 10 e 15 anos. "Se existe dolo ou não, é o tribunal que vai decidir. Estamos a reunir todos os dados para pedir uma pena consoante o resultado das provas", disse José Rofes Mendiolagaray, que afasta a tese de que Ureña estivesse a traficar droga no hotel. "Um traficante não conduz um carro com 11 anos e tem dois mil euros na conta. Temos provas de que o Ureña não era nem nunca foi traficante."

A tese inicial apontava os ciúmes de Baptista por causa da namorada como móbil do crime.

ESPANHA MORTE JULGAMENTO IBIZA
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)