Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Morte de bebé pode voltar a ser julgada

Os dois médicos obstetras e a clínica de Barcelos onde há oito anos um bebé morreu, alegadamente devido ao uso indevido de uma ventosa durante o parto, podem voltar a sentar-se no banco dos réus. Isto se o Tribunal da Relação de Guimarães não conseguir provar o que causou a morte ao recém-nascido, como ordena um acórdão do Supremo Tribunal de Justiça.
10 de Outubro de 2010 às 00:30
Casal exige 135 mil euros
Casal exige 135 mil euros FOTO: Mariline Alves

O casal pede uma indemnização de 135 mil euros pela morte do filho. Os médicos foram absolvidos em Julho de 2009 pelo Tribunal de Barcelos e em Março deste ano pelo Tribunal da Relação de Guimarães.

Ouvidos pelo CM, os clínicos mostram-se seguros com a decisão do Tribunal. "Estamos em condições de provar que a morte do bebé não é explicável pela aplicação da ventosa", dizem.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)