Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Morte na estrada ‘vale’ 155 mil euros

A empresa Estradas de Portugal foi condenada a pagar 155 mil euros à família de uma mulher que morreu num acidente de viação no IC5, em Fafe. Um despiste seguido de colisão com um rail que estava por reparar provocou a morte à vítima, em 2004.

5 de Janeiro de 2012 às 01:00
Estradas de Portugal condenada a pagar indemnização milionária
Estradas de Portugal condenada a pagar indemnização milionária FOTO: Jorge Paula

O Tribunal Administrativo e Fiscal de Braga determinou, em Dezembro do ano passado, que a empresa pública tem de indemnizar o marido e o filho menor da mulher por danos morais e patrimoniais.

Em julgamento, ficou provado que, numa curva acentuada, o carro conduzido pela vítima entrou em despiste. Depois, colidiu com o separador central, que estava danificado antes do acidente. O rail estava partido e tinha uma ponta laminada. Essa extremidade acabou por perfurar o veículo e colher a mulher, que não resistiu aos graves ferimentos. Morreu uma hora após o acidente.

A Estradas de Portugal recorreu da sentença, mas o pedido foi negado. A responsabilidade civil pela morte da condutora foi imputada à empresa gestora da infra-estrutura rodoviária.

MORTE ESTRADA ESTRADAS DE PORTUGAL ACIDENTE FAFE
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)