Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Morte sob investigação

A causa da morte de Antonio Puerta, lateral do Sevilha que faleceu a 25 de Agosto, três dias depois de várias paragens cardíacas, no jogo entre o Sevilha e o Getafe, ainda está a ser investigada, mas a autópsia afastou desde já que o colapso cardíaco do futebolista se ficasse a dever a uma anomalia cardíaca congénita.
30 de Setembro de 2007 às 00:00
A necropsia (nome do exame) será ainda mais exaustiva, com uma análise microscópica dos tecidos, para apurar se Puerta morreu devido a um desenvolvimento irregular dos tecidos no ventrículo direito do coração (uma miocardiopatia). Só depois da realização de novos exames e caso se prove que a morte não se deveu ao referido desenvolvimento irregular dos tecidos do coração é que a causa para o falecimento poderá ser atribuída a um acidente vascular cerebral (AVC) provocado por uma embolia.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)