Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Mortes na estrada ao nível de 2008

O número de mortos nas estradas portuguesas é este ano idêntico ao registado no ano passado, quando deveria haver uma diminuição de 14,3 por cento até 2011, de acordo com os objectivos traçados pela Estratégia Nacional de Segurança Rodoviária. Até à passada quarta-feira a Autoridade Nacional da Segurança Rodoviária (ANSR) contabilizou 603 vítimas mortais – menos uma do que em igual período de 2008 –, mas só na sexta-feira morreram mais seis pessoas. Já na madrugada de ontem morreu um homem de 29 anos que seguia ao volante de um BMW que se despistou na A29, junto à saída para Espinho. À tarde, em Vila Verde, um homem de 69 anos morreu quando a mota que conduzia se despistou numa curva em Freiriz.
25 de Outubro de 2009 às 00:30
Marcos Silva conduzia o BMW preto que ficou completamente desfeito após um violento acidente na A29, em direcção ao Porto
Marcos Silva conduzia o BMW preto que ficou completamente desfeito após um violento acidente na A29, em direcção ao Porto FOTO: Nuno Neves

O presidente da Associação de Cidadãos Auto-Mobilizados, Manuel João Ramos, aponta o dedo às “más campanhas” de sensibilização do Governo, afirmando que “são só mensagens genéricas que não servem para nada”, pois “não alteram comportamentos”. Acusa ainda o Governo de fazer “ataques neuróticos às associações” que se preocupam com o assunto.

De acordo com os dados da ANSR, até 21 de Outubro registaram-se menos seis feridos graves do que em igual período de 2008. Já os feridos ligeiros dispararam de 32 775, no ano passado, para 33 822  em 2009 (mais 1047).

Analisando os dados registados da área de intervenção da GNR, o tenente-coronel Costa Lima, porta-voz da instituição, confirma um “ligeiro aumento” dos acidentes graves, mas desvaloriza os dados estatísticos com o argumento de que 2008 “foi um ano muito bom”. Referindo-se ao caso de sexta-feira, em que dez acidentes provocaram seis mortos e 13 feridos graves, Costa Lima classifica-o como “um dia anormalíssimo”.

A “ansiedade do fim-de-semana” é a explicação avançada por uma fonte da GNR para esta concentração de acidentes num só dia. Embora sem dados científicos, a experiência permite concluir que “a pressa e a vontade de chegar” estão directamente relacionadas com o número de sinistros próximo do fim-de-semana.

PORMENORES

ESPOSENDE

Dois militares da GNR de Esposende sofreram ferimentos ligeiros, anteontem à noite, num acidente . As vítimas seguiam num carro-patrulha que chocou com um outro veículo numa ultrapassagem.

REDUZIR ATÉ 2015

Em 2008 houve 772 mortes nas estradas, e o objectivo é reduzir esse número para 728 vítimas até 2011, o equivalente a 14,3% facea 2006. Só assim se cumpre a Estratégia Nacional de Segurança Rodoviária, que quer ainda reduzir as mortes para 579 em 2015.

"ERA UM RAPAZ MUITO ALEGRE"

"Não íamos em excesso de velocidade. Chovia e ele perdeu o controlo do carro na chamada curva da morte." É com lágrimas nos olhos que Manuel da Costa lembra o acidente em que esteve envolvido com mais três amigos, na madrugada de ontem, e que tragicamente tirou a vida a Marcos Silva, de 29 anos, pouco antes da saída para Espinho, na A29.

A vítima, residente em Cacia, Aveiro, conduzia um BMW 525 que pertencia a um dos colegas. Dirigiam-se para uma discoteca do Porto, e o jovem, que segundo os amigos nunca bebia, pediu para levar o carro. "O Marcos ficou virado para baixo com o cinto preso", contou Manuel, ainda abalado.

Amigos e familiares ficaram transtornados. "Era de uma extrema educação, muito alegre. Namorava há oito anos. A namorada está desfeita", disse ao CM Domingos Carvalheira, amigo da família.

MATA IDOSA E FOGE DO LOCAL

Uma mulher de 76 anos morreu atropelada na passadeira, anteontem à noite, em Santa Eufémia de Prazins, Caldas das Taipas. Ao que tudo indica, a idosa dirigia-se para casa, na rua Padre João Moreira Leite, quando foi atingida por um veículo a alta velocidade. Teve morte imediata. O condutor da viatura, que aparentava ter cercade vinte anos, pôs-se em fuga e nenhuma das testemunhas no local conseguiu identificá-lo.

DISCURSO DIRECTO

"NÃO SABE DIALOGAR", Manuel João Ramos, Pres. Ass. Cid. Auto-Mobilizados

Correio da Manhã – Que leitura faz dos números?

M. João Ramos – O que a segurança dos automóveis permitiu reduzir já fez. O que era exigível fazer nas estradas com a eliminação de pontos negros também.

– O que falta?

– O Governo tem de fazer mais. As campanhas têm de alterar comportamentos. É preciso dizer aos condutores: se fizer isto o risco é este. O Governo não sabe dialogar.Devia estar atentoà mais-valia das associações, masencara-ascomo um perigo.

TRÊS PORTUGUESES MORREM EM ESPANHA

n Três portugueses morreram sexta-feira à tarde num acidente de viação na zona de Villacid de Campos, Valladolid, Espanha. Duas das vítimas mortais eram pai e filho, de 53 e 19 anos, que seguiam numa viatura que colidiu frontalmente com outro carro conduzido também por um português, de 36 anos.

Pai e filho estavam a residir na zona de Santander, onde trabalham, e deslocavam-se para Portugal, onde deveriam vir passar o fim-de-semana.

A cerca de 60 quilómetros de Valladolid, pelas 15h30, a viatura em que seguiam, um Seat Ibiza vermelho, envolveu-se numa colisão frontal com um BMW 320 que seguia em sentido contrário.

Este segundo veículo era conduzido também por um cidadão português, que residia em Miranda de Ebros, Burgos.

De acordo com as autoridades, citadas pela imprensa espanhola, o acidente ocorreu à saída de uma curva, estando ainda a ser investigadas as circunstâncias, uma vez que não há testemunhas.

As autoridades espanholas mobilizaram para o local do acidente meios para socorrer as vítimas, mas a violência da colisão foi tal que tiveram morte imediata.

Desde o início do ano, diferentes acidentes de viação registados em estradas espanholas já mataram pelo menos 12 cidadãos de nacionalidade portuguesa.

CHOQUE DE AUTOCARRO FERE QUATRO

O choque frontal entre um autocarro e uma carrinha que transportava trabalhadores, anteontem, às 18h30, em Mesão Frio, provocou ferimentos ligeiros em três crianças, com idades entre os 7 e 11, e uma mulher. Todos seguiam no autocarro, que também faz o transporte de alunos. Segundo fonte dos Bombeiros de Peso da Régua, "há fortes indícios de que o autocarro circulava com excesso de lotação". A Câmara de Peso da Régua já abriu um inquérito.

CASTELO BRANCO: KAMOV AVARIA

Uma avaria num dos helicópteros Kamov estacionados em Santa Comba Dão inviabilizou o transporte de um dos quatro feridos de um choque em cadeia na A23, em Vila Velha de Ródão

ALMADA: ACIDENTE ENTOPE A2

A circulação na A2 esteve ontem condicionada durante várias horas, perto da saída para Almada, no sentido sul-norte, devido a um acidente que causou dois feridos ligeiros

LEIRIA: SEMÁFOROS AVARIADOS

Os semáforos da Gândara dos Olivais, Leiria,estão avariados há três dias devido a um apagão causado pelo mau tempo. Anteontem à noite ocorreu um acidente que provocou um ferido 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)