Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Morto à facada devido a discussão

Um cabo-verdiano de 21 anos foi assassinado à facada, anteontem à noite, na Tapada das Mercês, Sintra. Os suspeitos do crime são dois jovens que fugiram a correr após o homicídio. O pai da vítima, que viu o filho esvair-se em sangue até à morte, acredita que o homicídio teve origem numa discussão que ele e a vítima tiveram na véspera com um cliente do café.
19 de Março de 2011 às 00:30
Filomena Brazão (na foto) conhecia Elisângelo Moreira desde criança e chorava ontem a morte do jovem de 21 anos à porta do café das Mercês, Sintra, onde este faleceu na véspera, com uma facada no peito
Filomena Brazão (na foto) conhecia Elisângelo Moreira desde criança e chorava ontem a morte do jovem de 21 anos à porta do café das Mercês, Sintra, onde este faleceu na véspera, com uma facada no peito FOTO: Vítor Mota

Elisângelo Andrade Moreira, a vítima, nasceu na ilha de Santiago, em Cabo Verde, e veio para Portugal aos oito anos. Há pouco mais de seis meses começou a explorar o café Trio Odemira, na rua Natália Correia, Tapada das Mercês, conjuntamente com o pai. "Ele era um jovem calmo, que gostava muito de ouvir música", disse ao CM Filomena Brazão, ex-empregada do café.

Octávio Moreira, pai de Elisângelo, disse à PJ que na quarta-feira, ele e o filho tiveram uma discussão violenta com um cliente. Pelas 21h00 do dia seguinte, o jovem ia a caminhar em direcção ao café quando dois homens o abordaram, tendo um deles atingindo-o com um golpe de faca no peito, junto ao pescoço. Os agressores fugiram a correr, tendo Elisângelo falecido apesar da assistência do INEM.

VÍTIMA ESTAVA REFERENCIADA POR ROUBOS

Desde que chegou a Portugal há cerca de 13 anos (com apenas oito anos de idade), Elisângelo Andrade Moreira sempre viveu na zona de Sintra. Com a mãe a residir em Cabo Verde, o jovem morava com o pai e uma irmã mais velha na Tapada das Mercês, perto do café onde ajudava o pai. Apesar de não ter qualquer processo judicial transitado em julgado, o jovem estava já referenciado pela PSP como tendo participado em pequenos roubos na companhia de amigos. A PJ investiga eventuais ligações de Elisângelo a grupos organizados da zona de Sintra.

SINTRA HOMICÍDIO ESFAQUEADO
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)