MP acusa homem de atear incêndio florestal em Vila do Conde

Foi apanhado em flagrante delito.
12.03.18
  • partilhe
  • 2
  • +
O Ministério Público (MP) acusou um homem de atear um incêndio florestal em Vila do Conde, distrito do Porto, em agosto de 2017, depois de ter sido detido em flagrante delito, adiantou esta segunda-feira a Procuradoria-Geral Distrital do Porto.

Segundo a acusação, citada na página oficial da procuradoria, o arguido ateou, na tarde de 01 de agosto de 2017, "vários focos de incêndio" em diferentes áreas florestais do concelho de Vila do Conde, distrito do Porto.

Para o efeito, o suspeito usou fósforos que levava consigo, sustenta a procuradoria.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!