Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

MP arrasa a própria acusação e pede absolvição de mulher em incêndio

Acusada de 68 anos terá incendiado um silvado, na Burinhosa.
I.J. 24 de Outubro de 2019 às 08:59
Arguida julgada em Alcobaça
Tribunal de Alcobaça
Sentença foi atribuída pelo Tribunal de Alcobaça
Arguida julgada em Alcobaça
Tribunal de Alcobaça
Sentença foi atribuída pelo Tribunal de Alcobaça
Arguida julgada em Alcobaça
Tribunal de Alcobaça
Sentença foi atribuída pelo Tribunal de Alcobaça
O Ministério Público arrasou a sua própria acusação e pediu esta quarta-feira a absolvição da mulher de 68 anos que está a ser julgada no tribunal de Alcobaça, acusada de ter incendiado um silvado, na Burinhosa, que ao reacender levou à destruição do Pinhal de Leiria, em 2017.

"No fundo, a acusação [do Ministério Público] é tudo especulação, que depois não é concretizado em provas. Parece-me evidente que não se consegue ultrapassar a dúvida e, por isso, a arguida deve ser absolvida do crime", disse o procurador do Ministério Público.
Ministério Público Alcobaça Burinhosa Leiria Pinhal crime lei e justiça tribunal
Ver comentários