MP investiga alegado uso de carro da Câmara da Feira por presidente para fins pessoais

Processo encontra-se em investigação, não tem arguidos constituídos e está em segredo de justiça.
Por Lusa|12.10.18
  • partilhe
  • 1
  • +
O Ministério Público confirmou esta sexta-feira ter aberto um inquérito para apurar a legalidade do uso de automóvel e motorista da Câmara Municipal da Feira em deslocações pessoais e partidárias do presidente social-democrata da autarquia.

Segundo fonte oficial da Procuradoria-Geral da República, o processo "encontra-se em investigação, não tem arguidos constituídos e está em segredo de justiça".

O procedimento resulta da queixa apresentada pelos quatro vereadores socialistas que integram o executivo da Câmara de Santa Maria da Feira, inclusive por Margarida Gariso, que, em declarações à Lusa, afirmou: "Em nome da credibilização da vida política, não podemos consentir que se faça uso indevido e reiterado de bens públicos para benefício privado".

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!