MP requereu julgamento de diretor de escola na Amadora suspeito de maus tratos

Arguido está sujeito a Termo de Identidade e Residência.
Por Lusa|17.04.18
MP requereu julgamento de diretor de escola na Amadora suspeito de maus tratos
Escola Foto Pedro Catarino
O Ministério Público anunciou esta terça-feira que requereu o julgamento, em tribunal coletivo, do diretor de uma Escola Secundária, na Amadora, que é suspeito da prática de sete crimes de maus tratos.

"No essencial está indiciado que, desde pelo menos o ano de 2016, o arguido, diretor de uma Escola Secundária, na Amadora, quando os alunos, menores de idade, assumiam comportamentos inadequados dentro da escola e eram conduzidos ao seu gabinete, aplicava-lhes sanções e castigos", refere o Procuradoria-geral Distrital de Lisboa (PGDL) em comunicado.

Segundo o documento, entre as sanções e castigos aplicados está o facto de obrigar os jovens a "tomarem banho de água fria durante alguns minutos".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!