Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Muçulmanos contra preservativos nas escolas

À semelhança do que já tinha sido declarado pela Igreja Católica, a comunidade muçulmana, com 35 mil fiéis em Portugal, também já manifestou estar contra a proposta da Juventude Socialista (JS) referente à distribuição de preservativos nas escolas.
18 de Maio de 2009 às 15:53
Muçulmanos contra  preservativos nas escolas
Muçulmanos contra preservativos nas escolas FOTO: d.r.

David Munir, líder da comunidade muçulmana em Lisboa, lembra que o Islão não permite relações sexuais antes do casamento e teme que o projecto as vá incentivar.

 

PSD CONTRA

 

O líder parlamentar do PSD, Paulo Rangel, manifestou-se esta segunda-feira contra a distribuição de preservativos nas escolas prevista no projecto de lei do PS sobre a educação sexual, apoiando a comunidade muçulmana, que também já se pronunciou sobre o assunto.

 

Paulo Rangel considera que o polémico projecto da JS não é positivo e defende que a escola é um espaço para outras finalidades.

 

O projecto-lei sobre a educação sexual nas escolas volta a ser discutido na próxima quarta-feira na Assembleia da República.

 

 

 

 

 

 

 

 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)