Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Mulher ateia fogo à própria casa e fere dois GNR

Militares partiram janela para retirar moradora da habitação.
José Durão 11 de Fevereiro de 2020 às 01:30
Mulher ateia fogo à própria casa e fere dois GNR
Guarda Nacional Republicana (GNR)
Mulher ateia fogo à própria casa e fere dois GNR
Guarda Nacional Republicana (GNR)
Mulher ateia fogo à própria casa e fere dois GNR
Guarda Nacional Republicana (GNR)

Dois militares da GNR do posto de Vieira de Leiria sofreram ferimentos ligeiros, no domingo à noite, ao resgatarem uma mulher, de 63 anos, suspeita de lançar fogo à própria casa.

A mulher, uma ex-professora, que terá distúrbios psicológicos e um histórico de dependência de álcool, tinha já tentado iniciar um incêndio, durante a tarde, numa pilha de lenha no seu quintal. 

Pelas 22h50, terá ligado ao seu companheiro, que se encontrava a algumas centenas de metros, na casa do irmão, a avisá-lo que iria começar o fogo. O homem informou de imediato a GNR e os militares do posto local foram os primeiros operacionais a chegar.

Encontraram a casa em chamas, com a mulher no interior, que se mostrou agressiva e recusou-se a abrir a porta. Com muito pouco tempo para tomarem uma decisão, os militares decidiram partir uma janela e forçar a entrada, encontrando a mulher deitada na cama.

Os Bombeiros da Corporação de Vieira de Leiria chegaram pouco depois, e depararam-se com os militares e a mulher presos dentro da casa que o fogo ameaçava tomar por completo. Conseguiram retirá-los em segurança e seguiram para o hospital de Leiria com ferimentos ligeiros. Com todos os indícios a apontar para si, a mulher foi internada compulsivamente devido a distúrbios psicológicos.

A casa ficou inabitável devido aos danos causados pelas chamas. O caso foi entregue à Polícia Judiciária, que tomará agora as rédeas da investigação.

Vieira de Leiria GNR questões sociais
Ver comentários