Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Mulher atropelada quando ia à missa

Seguia com o marido e foi colhida numa passadeira da EN13.
Liliana Rodrigues 3 de Outubro de 2016 às 08:26
Local onde a reformada, de 64 anos, foi atingida por uma mota quando seguia a pé, com o marido, para a missa
Local onde a reformada, de 64 anos, foi atingida por uma mota quando seguia a pé, com o marido, para a missa FOTO: CMTV
Seguia a pé para a missa quando foi atropelada por uma mota, numa passadeira da EN13, em Belinho, Esposende, pelas 19h40 de sábado. O marido, que caminhava com a reformada de 64 anos, saiu ileso do acidente que provocou escoriações no motociclista, de 45 anos. A mulher está internada no Hospital de Braga, mas não corre risco de vida. A mota só parou 50 metros depois do local do embate.

O sítio onde aconteceu o sinistro é uma reta de vários quilómetros e a iluminação é reduzida, mas testemunhas garantem que o candeeiro que ilumina a passadeira estava ligado.

As causas do acidente estão a ser apuradas pela GNR de Esposende. O condutor da mota, funcionário público no departamento de obras da Câmara de Esposende, viajava no sentido Esposende-Viana do Castelo. Foi transportado para o Hospital de Barcelos, recebendo alta nas horas seguintes.

Maria Isaura de Sá, ex-emigrante em França, vive a poucos metros da passadeira onde foi colhida e que é palco de vários acidentes graves. "Ouvi um barulho, como que algo a deslizar durante vários metros. Quando cheguei cá fora, a senhora estava no chão. Queixava-se muito da anca, do lado direito. O motociclista foi parar muito lá à frente", explicou ao CM um morador, das primeiras pessoas a chegar após o embate.

"A mulher apresentava suspeitas de fratura da bacia e da perna direita. Esteve sempre consciente e colaborante", explicou Miguel Guerra, subchefe dos Bombeiros de Esposende.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)