Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Mulher com cancro agredida pelo marido em Albufeira

Vítima, de 74 anos, foi empurrada com violência dentro de casa e sofreu várias fraturas.
Tiago Griff 5 de Janeiro de 2020 às 10:22
Violência doméstica
Violência
Violência doméstica
Violência
Violência doméstica
Violência
Uma mulher de 74 anos, doente oncológica, ficou com a perna partida em três sítios, fraturou o fémur e sofreu hematomas na cabeça depois de ter sido empurrada com violência pelo marido, em Albufeira. A queixa foi apresentada na GNR e o caso segue agora para tribunal.

O CM apurou que a vítima esteve internada mais de um mês no Hospital de Faro enquanto recuperava, mas ainda hoje tem sérios problemas de locomoção derivados dos ferimentos. A situação tem contornos mais dramáticos por se tratar de uma doente oncológica, diagnosticada com um mieloma múltiplo, que afeta a medula óssea.

A agressão passou-se no dia 9 de novembro do ano passado, em Albufeira. A mulher decidiu confrontar o marido, de 76, depois de ter descoberto que ele a traía com uma outra mulher, cerca de 10 anos mais nova. Segundo o CM apurou, na sequência de uma discussão verbal, a mulher tentou impedir o marido de sair de casa, agarrando-lhe a camisa.

A resposta foi um empurrão violento, com a vítima a ser projetada mais de um metro. A queda provocou-lhe três fraturas numa perna e também no fémur, bem como vários hematomas na cabeça.

Esta não terá sido a primeira vez que a vítima sofreu de violência doméstica, mas só agora é que foi apresentada uma queixa na GNR. Entretanto, a mulher foi morar para a casa da filha, com receio de mais agressões. O homem está em liberdade, a aguardar julgamento.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)