Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Mulher de 73 anos tentou matar o marido com dois golpes de machado. Ficou presa preventivamente

Suspeita está "fortemente indiciada" pela prática do "crime de homicídio qualificado na forma tentada".
Lusa 10 de Outubro de 2019 às 20:47
Tribunal de Santarém
Tribunal de Santarém FOTO: David Martins
A mulher de 73 anos suspeita de ter tentado matar o marido com dois golpes de machado na madrugada de quarta-feira, na Aldeia de Peixe, em Benavente (distrito de Santarém), vai ficar detida preventivamente.

O juiz de instrução criminal do Tribunal de Santarém, que ouviu esta quinta-feira a arguida em primeiro interrogatório judicial, considerou esta "fortemente indiciada" pela prática do "crime de homicídio qualificado na forma tentada".

Em resposta à Lusa, o juiz Bruno Lopes, titular no Juízo de Instrução Criminal de Santarém, referiu que a aplicação da medida de coação mais gravosa à arguida teve ainda em conta a existência de "perigo de continuidade da atividade criminosa e perigo de perturbação grave da ordem e tranquilidade públicas".

A mulher foi detida pela Polícia Judiciária após, alegadamente, ter atingido o marido, de 74 anos, com um machado na cabeça, enquanto o homem dormia.

Em comunicado à imprensa emitido hoje, a Polícia Judiciária (PJ), através da Diretoria de Lisboa e Vale do Tejo, afirmou que a suspeita atingiu a vítima com dois golpes de um machado na cabeça.

"Após [a tentativa de homicídio], trocou de vestuário e contactou uma vizinha, fazendo crer que a agressão tinha sido efetuada por supostos assaltantes que teriam entrado na habitação", afirmava o comunicado.

De acordo com a PJ, a vítima foi levada para uma unidade hospitalar e não corre perigo de vida.
Santarém Benavente Aldeia de Peixe Polícia Judiciária PJ crime lei e justiça prisão crime polícia
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)