Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Mulher encontrada morta dentro de casa em Silves sofreu ataque cardíaco

Polícia Judiciária ainda não ouviu o marido da vítima, que continua transtornado.
Ana Palma e Rui Pando Gomes 5 de Março de 2020 às 08:34
Corpo da mulher foi transportado pelos bombeiros de Silves para o gabinete de Medicina Legal do hospital de Portimão
Corpo da mulher foi transportado pelos bombeiros de Silves para o gabinete de Medicina Legal do hospital de Portimão FOTO: Pedro Noel da Luz
A autópsia ao corpo de uma mulher de 73 anos, cujo corpo foi encontrado na casa onde vivia com o marido, em Montes Raposos, Alcantarilha, no concelho de Silves, no passado dia 19 de fevereiro, revelou que a morte foi causada por um ataque cardíaco.

Segundo o CM conseguiu apurar, este dado poderá ser decisivo para a investigação da Polícia Judiciária, uma vez que havia a suspeita de que a mulher pudesse ter morrido em resultado de uma queda que a fez bater com a cabeça contra uma cómoda, no quarto, depois de, alegadamente, ter sido empurrada pelo marido, de 76 anos, durante uma discussão.

Tal como o CM noticiou na altura, o idoso foi encontrado por familiares, completamente transtornado, junto ao corpo da mulher. De acordo com o relato que então fez às autoridades, o casal teria discutido, acabando por haver agressões, nomeadamente o referido empurrão.

O idoso, que manifestou aos familiares e às autoridades sentimentos de culpa pelo sucedido à mulher, foi transportado para o serviço de Psiquiatria do Centro Hospitalar do Algarve, a fim de receber tratamento.

O CM sabe que até esta quarta-feira o homem ainda não tinha sido ouvido pela Polícia Judiciária, que investiga o caso, nem tão-pouco constituído arguido. Deverá, no entanto, ser ouvido em breve por aquela força de segurança.

O CM apurou não haver qualquer registo de violência doméstica envolvendo o casal, facto que foi confirmado pela vizinhança.
Ver comentários