Mulher grávida agredida no Funchal não quer apresentar queixa

A investigação da PSP prossegue por se tratar de um crime público que não carece de queixa.
Por João Carlos Rodrigues|09.11.18
Uma discussão entre marido e mulher – grávida de oito meses – no interior de uma bar do Funchal terminou esta quarta-feira à noite num verdadeiro espancamento em plena via pública. A situação foi filmada por um homem que se apercebeu da cena e as imagens poderão ser fundamentais para o inquérito que já foi aberto pela PSP.

A mulher agredida pelo marido sofreu ferimentos graves ao nível da face e foi hospitalizada, mas a situação não terá tido consequências para o feto.

Segundo o CM apurou, trata-se de um casal originário do Uzbequistão, ela com 25 anos, ele com 27, que reside na ilha da Madeira há cerca de dois anos e que já são conhecidos das autoridades por outras situações de violência.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!