Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Mulher impedida de ver filho bebé que raptou de centro de acolhimento

Mulher está também obrigada a apresentações quinzenais na polícia. Caso ocorreu em Almada.
Correio da Manhã 21 de Setembro de 2019 às 09:50
Hospital D. Estefânia
Hospital D. Estefânia
Menino está internado no Hospital D. Estefânia e começa a recuperar
Hospital D. Estefânia
Hospital D. Estefânia
Menino está internado no Hospital D. Estefânia e começa a recuperar
Hospital D. Estefânia
Hospital D. Estefânia
Menino está internado no Hospital D. Estefânia e começa a recuperar
A mulher, de 39 anos, que no passado dia 17 raptou o filho bebé à força do centro de acolhimento onde se encontrava – após empurrar uma psicóloga da instituição, em Almada – ficou proibida de contactar o filho.

A mulher, que acabou por ser apanhada 12 horas depois no Hospital de D. Estefânia, está também obrigada a apresentações quinzenais na polícia.
Almada crime lei e justiça crime rapto
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)