Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Mulher incendiou casa em Guimarães "num quadro de conflitualidade conjugal"

Mãe e filhos tiveram de ser assistidos no hospital.
Lusa 24 de Abril de 2017 às 13:56
Câmara Municipal de Guimarães
Câmara Municipal de Guimarães FOTO: Direitos Reservados
A mulher que no sábado terá pegado fogo ao seu apartamento em Mesão Frio, Guimarães, com os dois filhos menores lá dentro, agiu "num quadro de conflitualidade conjugal", informou esta segunda-feira a Polícia Judiciária (PJ) de Braga.

Em comunicado, a PJ acrescenta que a mulher, uma secretária de 31 anos, está indiciada pela prática de um crime de incêndio.

Diz ainda que, com o incêndio, foi "criado o risco de vida para as duas crianças", que foram entretanto retiradas do local.

"Foi apenas devido à rápida intervenção de vizinhos e bombeiros que o incêndio não se propagou a outras habitações e edifícios", lê-se no mesmo comunicado.

Mãe e filhos tiveram de ser assistidos no hospital.

Depois de ter alta, a mulher foi detida na Polícia Judiciária, por determinação do Departamento de Investigação e Ação Penal de Braga e deverá ser ouvida hoje por um juiz de instrução criminal no Tribunal de Guimarães, para aplicação das respetivas medidas de coação.

A Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Guimarães está a acompanhar o caso.
Guimarães Mesão Frio Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Guimarães Tribunal de Guimarães Braga
Ver comentários