Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Mulher queixa-se de agressões ao ser presa pela GNR

Fonte oficial da GNR diz que mulher resistiu à patrulha, em Coruche.
Miguel Curado 9 de Março de 2020 às 01:30
GNR
GNR
GNR
GNR
GNR
GNR
Uma mulher acusa a GNR de Coruche de violência desnecessária, referindo mesmo ter sido agredida por militares, junto à sua casa, numa diligência feita por uma patrulha, e que foi filmada por um vizinho. Fonte oficial do Comando de Santarém, que tutela o Destacamento de Coruche, explicou ao CM que a detida "já é reincidente em situações de provocação à GNR".

Em concreto, apurou o CM, em causa esteve um acidente de viação ocorrido este domingo, junto à casa da mulher. A GNR foi chamada para tomar conta da ocorrência, e em pouco tempo a mulher que se diz agredida compareceu no local. Em declarações ao Correio da Manhã, o filho da alegada vítima garantiu que a mãe foi alvo de abusos por parte dos militares.

Em dois vídeos distintos, a mulher queixa-se de agressões (tem marcas na cara), e é ainda visível o recurso à força por parte dos militares em colocá-la dentro da viatura policial. A fonte oficial da GNR de Santarém contactada pelo CM considerou que "o uso da força mostrado nos vídeos foi o adequado à situação, em face da resistência mostrada pela detida, e que levou à detenção".
Comando de Santarém GNR Coruche Destacamento Santarém crime lei e justiça polícia questões sociais
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)