Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Mulher raptada quatro dias por dívida de droga a traficantes

Vítima foi espancada e forçada a fazer entregas de droga.
João Carlos Rodrigues 27 de Janeiro de 2022 às 08:44
Sequestro
Sequestro FOTO: Jupiter Images
Um grupo de traficantes da Amadora raptou uma operacional que ousou ficar com milhares de euros que deveria ter pago após vender a droga que lhe tinha sido entregue. Esteve quatro dias em cativeiro, período durante o qual foi espancada e ameaçada de morte para pagar a dívida. Os raptores não pediram resgate à família, mas forçaram a vítima a fazer entregas arriscadas em nome do grupo.

Caso corresse mal era ela quem ficava com as culpas. Mas a mulher, de 33 anos, encontrou forma de se esquivar e acabou libertada ao fim de quatro dias, quando o gang soube que a família tinha participado o desaparecimento às autoridades. Tinha ferimentos e estava debilitada quando foi encontrada. O caso aconteceu em novembro, na Amadora, e envolve dois homens e uma mulher, entre os 34 e os 36 anos, todos com antecedentes por tráfico e crimes violentos.

O trio foi agora detido pela Unidade Nacional de Contra Terrorismo da Polícia Judiciária e indiciado por rapto, sequestro e ofensas à integridade física. Presentes ontem a tribunal, os dois homens ficaram em preventiva, a mulher – que está grávida – ficou em liberdade .
Amadora crime lei e justiça crime rapto
Ver comentários