Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Mulher tentou dar ácido às filhas menores

A Polícia Judiciária (PJ) está a investigar o caso da intoxicação de uma mulher, internada em estado critico no Funchal, e que instou as duas filhas, de cinco e oito anos, a ingerirem um produto ácido.
6 de Janeiro de 2012 às 15:28
Médico disse que a mulher "ingeriu um produto ácido que corrói e deixa marcas irreversíveis e irrecuperáveis"
Médico disse que a mulher 'ingeriu um produto ácido que corrói e deixa marcas irreversíveis e irrecuperáveis' FOTO: Joana Sousa/AS Press

Fonte policial confirmou à Lusa que "a PJ está a investigar um caso de intoxicação" e o Hospital dr. Nélio Mendonça também informou que comunicou a situação à Polícia Judiciária.   

O director do serviço de Urgências do Hospital dr. Nélio Mendonça, no Funchal, adiantou que deu entrada na quinta-feira, naquela unidade de saúde da Madeira, uma mulher com cerca de 40 anos que ingeriu um produto tóxico e que "está nos cuidados intensivos em estado crítico".  

"Ela bebeu o produto primeiro, ficou debilitada e acabou por não ter forças para obrigar as crianças a ingeri-lo, pelo que as meninas estão livres de perigo", disse Pedro Ramos.  

O médico disse que a mulher "ingeriu um produto ácido que corrói e deixa marcas irreversíveis e irrecuperáveis".  

“Lamentamos o sucedido", sublinhou Pedro Ramos, apontando que devido aos contornos do caso, os serviços hospitalares desencadearam os procedimentos relacionados com situações desta natureza, comunicando à PJ e informando os familiares.  

madeira funchal ácido suicídio mãe filhas pj
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)