Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Mulheres atacadas de forma bárbara no Norte do País

Uma vítima levou com correntes. Outra foi atirada pelas escadas.
Sérgio Pereira Cardoso 13 de Outubro de 2019 às 06:00
Mulher vítima de violência doméstica
Mulher vítima de violência doméstica FOTO: iStockPhoto
Mais três casos de violência doméstica, mais três casos de horror. A GNR deteve, quinta e sexta-feira, os homens que aterrorizavam três mulheres, em Castelo de Paiva, Paços de Ferreira e Fafe.

No caso de Castelo de Paiva, o suspeito, de 29 anos, ameaçava, repetidamente, matar a mulher, dez anos mais velha, que era alvo de agressões e insultos.

Aliás, os ataques duravam há já cerca de três anos, sendo que, no passado 5 de outubro, o homem enrolou uma corrente no próprio punho, com a qual espancou a vítima. Travado pelo Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE) da GNR de S. João da Madeira, foi levado a tribunal e ficou com pulseira eletrónica, proibido de contactos com a mulher e obrigado a deixar a casa de ambos. Está também impedido de comprar armas e tem de tratar a dependência do álcool.

Em Paços de Ferreira, foi o NIAVE de Penafiel a pôr fim às agressões a uma mulher, de 45 anos, por parte do agora ex-companheiro. A vítima saiu de casa e o suspeito, de 42 anos, não aceitou a separação. Foi empurrada contra paredes, para o chão e até pelas escadas. Após buscas domiciliárias, foram encontradas 13 armas brancas, duas réplicas de armas de fogo, bastões, soqueiras, um taser e ainda 140 artigos pirotécnicos.

Em Fafe, um homem, de 56 anos, fica em prisão preventiva, depois de novamente detido - já o tinha sido há seis meses. Ameaçava a mulher, de 44, com uma caçadeira. Foram apreendidos um chicote e a referida arma de caça.
Norte Paços de Ferreira País Castelo de Paiva GNR Fafe NIAVE crime lei e justiça polícia prisão crime
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)