Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Multa a arrastão por pesca ilegal

Um arrastão de pesca espanhol foi ontem apreendido pela Polícia Marítima por ter pescado uma quantidade ilegal de lagostim, gamba e tamboril.
23 de Abril de 2010 às 00:30
Embarcação espanhola ‘Lousane Abreu’ foi ontem escoltada pela Polícia Marítima até ao porto de Olhão
Embarcação espanhola ‘Lousane Abreu’ foi ontem escoltada pela Polícia Marítima até ao porto de Olhão FOTO: Nuno Jesus

A embarcação de 20 metros, que opera redes de arrasto e apanha todas as espécies que andam no fundo do mar, foi detectada pelas autoridades a 10 milhas a Sul do Cabo de Santa Maria (Faro). Ao que o CM apurou, o ‘Lousane Abreu’ tem registo em Huelva e foi interceptado por uma lancha de fiscalização.

Segundo o comandante da Capitania do porto de Olhão, Ricardo Arrabaça, "a embarcação de pesca tinha a bordo uma percentagem de espécies acessórias acima do permitido por lei". Tinha cerca de 300 quilos de pescado, sendo que mais de metade das capturas eram espécies acessórias, essencialmente crustáceos. Por lei, segundo Ricardo Arrabaça, "estas embarcações podem apanhar 70 por cento da espécie alvo, entre pescada, carapaus, sargos ou outros peixes de escama, e apenas 30 por cento de espécies acessórios".

O arrastão tinha a bordo uma quantidade de lagostim, gamba e tamboril acima do permitido e foi escoltado para o porto de Olhão. O pescado foi vendido em lota e o valor vai reverter a favor do Estado.

O armador pagou uma caução para levantar o barco e regressar à faina, até que o processo de contra-ordenação seja concluído e a coima definida e aplicada. 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)