Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Mussulo vigiado

Quando, na madrugada do último sábado, o futebolista internacional Miguel saiu enfurecido da discoteca RS Dreams, em Corroios, Seixal, por ali lhe ter sido vedada a entrada, escolheu o Mussulo como destino. Informada das intenções do grupo do jogador do Valência, a PSP chegou a vigiar a discoteca de música africana de Lisboa, mas o futebolista nunca apareceu.
31 de Dezembro de 2009 às 00:30
Mussulo vigiado
Mussulo vigiado FOTO: Ricardo Reis

Ao que o CM apurou, a entrada de Miguel e do seu grupo na discoteca de Corroios foi impedida por ali decorrer uma festa privada com a presença de seguranças da noite de Lisboa, alguns conhecidos do ex--agente da PSP Alfredo Morais (arguido no processo ‘Máfia da Noite’). Enfurecidos, o futebolista do Valência, familiares e amigos voltaram a Lisboa. Informações recolhidas, em Corroios, pela PSP, davam a hipótese de que o grupo fosse para a Mussulo, em Lisboa, e reforços foram enviados para o local. O grupo, porém, não apareceu. O CM apurou que, na semana passada, a PSP fora chamada àquele estabelecimento, devido a desordens na rua, mas nem Miguel, nem nenhum dos amigos que o costumam acompanhar estiveram presentes.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)