Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Namorado da mulher que abandonou bebé em caixote do lixo ouvido pela PJ

Recém-nascido foi encontrado por outro sem-abrigo, dentro do ecoponto.
Correio da Manhã 10 de Novembro de 2019 às 11:24
Polícia Judiciária
São várias as tendas junto ao terminal de Santa Apolónia, em Lisboa
Polícia Judiciária
São várias as tendas junto ao terminal de Santa Apolónia, em Lisboa
Polícia Judiciária
São várias as tendas junto ao terminal de Santa Apolónia, em Lisboa
A Polícia Judiciária terá identificado e ouvido o companheiro da mulher que na passada terça-feira abandonou o filho, recém-nascido, dentro de um caixote do lixo, em Lisboa.

Sara, a progenitora do bebé, partilhava uma tenda juntamente com esse homem, entretanto ouvido pelas autoridades. Ao que a CMTV conseguiu apurar, Sidney, com cerca de 40 anos, é natural da zona de Chelas, em Lisboa. O casal conheceu-se há cerca de seis meses, na rua, pelo que o homem não pode ser o pai do menino.

À semelhança dos restantes sem-abrigo ouvidos pelas autoridades, Sidney afirmou que desconhecia a gravidez de Sara, que apesar de ser questionada, justificava os enjoos e a dimensão da barriga com problemas intestinais, negando sempre a gravidez.

O homem negou ainda qualquer relação amorosa com a Sara e afirmou que apenas dividiam tenda e eram amigos. Era uma relação de "circunstância".

Já a Polícia Judiciária diz que Sidney é uma pessoa claramente instruída, com cultura e que já esteve várias vezes na rua. 

Sara era sem-abrigo há cerca de sete meses e sustentava-se da prostituição, como já tinha sido avançado pelo Correio da Manhã.
Lisboa PJ Sara Polícia Judiciária Sidney CMTV crime lei e justiça polícia
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)