Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

‘Não’ aos voos nocturnos

A associação Quercus quer que o Governo e a ANA proíbam os voos nocturnos nos aeroportos de Lisboa e Porto entre a meia-noite e as 06h00, defendendo que a sua realização tem efeitos negativos na saúde das populações vizinhas.
27 de Agosto de 2009 às 00:30

Para a Quercus está em causa a saúde dos cidadãos, em particular de quem vive junto ao alinhamento das pistas. Um estudo de 2007 identifica consequências ao nível de stress e perturbação, nomeadamente "uma maior produção de cortisol responsável por um aumento da tensão arterial, surgimento de dores de cabeça, perturbações emocionais, cansaço ou maior risco de diabetes".

Entre 8 e 23 de Agosto, a Quercus analisou o tráfego aéreo das duas maiores cidades portuguesas, verificando que a Portela registou 142 movimentos programados em período nocturno, a maioria dos quais da TAP e da SkyEurope. No Porto, ocorreram 49 movimentos.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)