Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

“Não é justo ficar sem a minha filha”

"Quero a minha menina. Não é justo ficar sem a minha filha", gritava e chorava convulsivamente o pai da pequena Beatriz, ontem, agarrado ao caixão da filha, no cemitério de Castelo do Neiva, em Viana do Castelo. A bebé de 20 meses morreu anteontem atropelada pelo camião TIR conduzido pelo tio Alexandre, que recebe apoio psicológico, tal como a restante família.

8 de Maio de 2011 às 00:30
Carlos e Janete Neiva, pais de Beatriz, a irmã Tatiana, de nove anos, e familiares no adeus à menina de 20 meses que ontem foi a enterrar
Carlos e Janete Neiva, pais de Beatriz, a irmã Tatiana, de nove anos, e familiares no adeus à menina de 20 meses que ontem foi a enterrar FOTO: Joana Neves Correia

O drama, a dor e o desespero que atingiram a família de Beatriz são partilhados por todos os habitantes da freguesia. Ontem, durante a missa e o funeral, centenas de pessoas choraram a morte da menina e tentaram confortar os pais, Carlos e Janete Neiva, que estão devastados pela dor. Abraçaram a irmã de Beatriz, Tatiana, de nove anos, e ampararam a avó materna, que cambaleava ao lado do caixão branco da neta.

"Ai que dor tão grande. Ai que nunca mais vou ver a minha menina", gritava a avó Alzira. A mãe e a irmã da Beatriz estavam paralisadas pela dor. O pai teve mesmo de ser forçado a largar o caixão, no momento do enterro.

Ouviram-se também lamentos sobre o drama que vive o condutor do TIR, tio da menina. "Tenho pena dele. Como é que o homem vai olhar para estes pais", disse um vizinho. Alexandre está recolhido em casa em estado depressivo e vive trauma de culpa. Anteontem à noite, teve um forte ataque de pânico e foi levado ao Hospital de Viana. "Não pode estar sozinho", contou um familiar de Alexandre.

Ontem, durante a missa de corpo presente de Beatriz, o padre Xavier apelou ao perdão, ao apoio e à união da família.

funeral menina bebé avó atropelada atropelamento
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)