Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

“Não há palavras para dizer o que é ver um filho morto”

Um acidente de viação tirou a vida, anteontem à noite, a um homem de 33 anos na A13, em Canha, perto do Montijo. Pedro Miguel Santos, residente em Canhestro, uma pequena freguesia pertencente ao concelho de Alenquer, teve morte imediata depois de embater num rail de protecção.

4 de Maio de 2009 às 00:30
Acidente ocorreu anteontem
Acidente ocorreu anteontem FOTO: Sérgio Freitas

A vítima, juntamente com o seu pai, o cunhado e um amigo, seguiam uma caravana que vinha de Marrocos e ia acabar com uma festa em Alenquer, quando o inesperado aconteceu.

"A mota em que seguia o meu filho teve um defeito técnico. Houve um pequeno desequilíbrio e já só o vi caído no chão. Não há palavras para descrever o que é ver um filho morto", descreve ao CM, visivelmente perturbado, Manuel Serrano, pai da vítima. Pedro deixa órfã uma menina de 6 anos.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)