Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

“Não matou o homem na América”

Maria Valente, mulher de George Wright, detido pela PJ por ser procurado por homicídio e pelo desvio de um avião nos EUA, diz que apenas sabia de parte do passado do marido. "Sabia da pena de prisão e da fuga dele. Mas não foi ele que matou o homem no assalto à gasolineira, foi um outro", disse ontem à SIC, adiantando também que desconhecia a sua participação no desvio de um avião.
2 de Outubro de 2011 às 01:00
Maria Valente surpreendida
Maria Valente surpreendida FOTO: direitos reservados

Quem nada sabia do assunto eram os filhos de George Wright, pelo que a família "está destroçada". "Sempre foi um bom marido, um bom pai, um bom homem de família", diz. Maria Valente afirma que se conheceram à porta de uma discoteca na Parede, na Passagem de Ano de 1979, e que todos os documentos do marido "são legais".

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)