Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Mata-se ao encontrar mulher morta

Depressão e medo de ficar sozinho levaram idoso a pôr fim à vida ao encontrar mulher morta.
Sara G. Carrilho 21 de Janeiro de 2015 às 08:15
"O que aconteceu foi muito triste", lamenta Luísa Martins, assistente social no concelho de Sintra. Judite Fernandes tinha 84 anos e era peixeira reformada. O marido, ourives, tinha 77 anos
'O que aconteceu foi muito triste', lamenta Luísa Martins, assistente social no concelho de Sintra. Judite Fernandes tinha 84 anos e era peixeira reformada. O marido, ourives, tinha 77 anos FOTO: Tiago Sousa Dias

"O Mário confessou-me que tinha medo de morrer e de deixar a mulher sozinha. Ele tinha um problema cardíaco; ela sofria de Alzheimer. O que aconteceu foi muito triste", disse ontem ao CM Luísa Martins, assistente social do Centro de Algueirão-Mem Martins, Sintra, que acompanhava Judite Fernandes – idosa que anteontem foi encontrada sem vida em casa, com o marido Mário. O homem matou-se depois de ter encontrado a mulher, que terá morrido de causas naturais.

Sem filhos, só com primos afastados como família – incluindo o cantor ‘Melão’ – Judite e Mário, 84 e 77 anos, peixeira e ourives reformados, eram a única companhia um do outro.

Nos últimos meses, o estado de saúde de Judite agravou-se e Mário entrou em depressão. "É a história do Romeu e Julieta, ele matou-se por não conseguir viver sem ela. Não quis viver sem a mulher. Fui eu que dei o alerta à família, não os via desde sábado", contou uma vizinha.

Anteontem, a PSP encontrou Judite no chão, com uma flor sobre o corpo. E na mesma divisão estava o cadáver de Mário.

Mário Luísa Martins Sintra Judite Fernandes PSP Julieta Romeu
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)