Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

“Não se consegue superar escondendo”

Emília Maria, Directora da associação A Nossa Âncora sobre apoio prestado a mulheres que perdem os filhos.
26 de Maio de 2011 às 00:30
“Não se consegue superar escondendo”
“Não se consegue superar escondendo”

Correio da Manhã – Como é que se supera a morte de um filho?

Emília Maria – Não se consegue ultrapassar escondendo. Aconselho sempre as pessoas a abrirem-se, a falarem. Temos é de falar com as pessoas certas, que sabem escutar. Muitas vezes sente-se o afastamento dos outros, porque acham que falar da morte não é agradável.

– Como convenceria as pessoas que sofrem em silêncio a ir à associação A Nossa Âncora, onde podem falar com pais que passaram pelo mesmo?

– O conselho que dou é que tentem, nem que seja só uma vez, vir à associação, sem qualquer compromisso, onde há grupos de pessoas que os podem entender, que falam a mesma linguagem e onde podem partilhar a sua experiência.

– O que representa este encontro com Maria Cavaco Silva?

– É gratificante e é sinal de que se começa a perceber o quanto é necessário apoiar estas pessoas. Se pensarmos que morrem por dia 13 jovens até aos 30 anos, 5 mil por ano, repare-se no número de pais afectados.

– Também passou pelo mesmo drama...

– Perdi marido e filho num acidente há 24 anos. Queria morrer, achava que a vida não tinha mais sentido, mas afinal hoje continua a fazer sentido. Tenho outro filho, que está longe, em Inglaterra, mas posso telefonar-lhe e, onde o Rodrigo está, infelizmente não há telefones. Já tenho uma caminhada longa. Não é rápido, é feito de quedas, avanços e recuos. Mas é possível superar.

– Há quem diga que nunca se faz o luto de um filho...

– Às vezes os pais dizem isso, mas faz-se o luto, é um processo. O que não passa é a dor e as saudades, que até aumentam. Aprendemos é a viver com elas de forma saudável. Quando temos filhos vivos não pensamos neles 24 horas por dia mas quando morrem pensamos quase 24 horas. Os nossos filhos estão sempre connosco.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)