Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Nascer sem herdar o mal

Chama-se Carmen a primeira bebé que nasceu, domingo, em Sevilha (Espanha), livre da doença hereditária Duchenne, graças ao Diagnóstico Genético Preimplantatório. A técnica, no entanto, não é nova em Portugal. Um dos mais conceituados especialistas nacionais em genética, Mário Sousa, afirma que já nasceram no nosso país muitos bebés saudáveis graças a este teste.
26 de Julho de 2006 às 00:00
A bebé com os pais
A bebé com os pais FOTO: Chema Moya, EFE
A bebé, com 3,4 quilos de peso e 50 centímetros, não tem a doença de Duchenne, um problema muscular ligado ao gene do cromossoma X, que se manifesta entre os dois e os três anos de idade. A partir dos sete anos, os doentes sofrem de uma paralisação progressiva das pernas.
O médico especialista em genética Mário Sousa disse ao CM que estão “em estudo de diagnóstico quatro casais” inférteis que fazem reprodução ‘in vitro’. Adianta que “nasceram saudáveis muitas crianças sem este e outros problemas musculares, graças ao diagnóstico obtido após a cirurgia às células do embrião”.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)