Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Unidade Contraterrorismo da PJ investiga negacionistas que insultaram Ferro Rodrigues e Gouveia e Melo

Em causa estão crimes de ameaças e injúrias agravadas, incitamento à desobediência coletiva e participação em motim.
Correio da Manhã 16 de Setembro de 2021 às 21:03
A carregar o vídeo ...
Ferro Rodrigues apupado e insultado por dezenas de manifestantes negacionistas

Após o episódio de insultos e ameaças a Ferro Rodrigues, Presidente da Assembleia da República, a Unidade Nacional Contraterrorismo da Polícia Judiciária está a investigar os negacionistas da Covid-19 que estiveram presentes na manifestação e gritaram profanidades.

Segundo a TVI, que avança a notícia, o inquérito aberto na Unidade Especial de Combate ao Crime Violento do Ministério Público de Lisboa está agora com investigação à equipa de elite da PJ, que tenta perceber a organização dos manifestantes e tenta apurar possíveis ligações à extrema-direita.

A investigação inclui também os manifestantes que insultaram e empurraram Gouveia e Melo, quando este visitava centros de vacinação Covid-19.

Em causa estão crimes de ameaça  e injúria agravada (por se tratar de um titular de órgão de soberania), participação em motim, incitamento à desobediência coletiva (há suspeitas que apelavam à população para que não usasse máscara) e coação.

A investigação avançou após Ferro Rodrigues ser insultado e apupado quando estava num restaurante com a mulher. Uma das investigadas é a mulher que aparece em vídeos a gritar insultos contra o Presidente da AR.

Ver comentários