Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

"Nódoas negras eram das quedas que dava": António Santos garante que não matou a mãe

Assassinou idosa e colocou-a numa cadeira de rodas para simular uma morte natural, em Aveiro.
Paulo Jorge Duarte 14 de Janeiro de 2020 às 08:58
António Santos está em prisão preventiva e responde no Tribunal de Aveiro pelo crime de homicídio qualificado
António Santos está em prisão preventiva e responde no Tribunal de Aveiro pelo crime de homicídio qualificado FOTO: Paulo Jorge Duarte
"Não matei a minha mãe. Passei a noite toda junto a ela a ver se dizia alguma coisa." No início do julgamento por homicídio qualificado, António Santos garante que não assassinou a própria mãe, de 94 anos, numa habitação na Costa do Valado, em Aveiro.

O caso remonta à madrugada de 24 de junho de 2018. Segundo a acusação, o homem, de 66 anos, asfixiou a idosa por meio não apurado, mas tendo exercido pressão no pescoço. De seguida, colocou a vítima na cadeira de rodas pada "criar uma aparência de morte natural". Só que a autópsia revelou que a causa do óbito foi "asfixia por compressão no pescoço" e o suspeito viria a ser detido em dezembro seguinte.

"Se tinha nódoas negras, eram das quedas que a minha mãe dava. Nos últimos tempos, caía muitas vezes", disse António Santos, garantindo que ao acordar a meio da noite encontrou a mãe caída no chão. Sentou-a na cadeia de rodas e levou-a para junto da lareira. "Ela estava viva. Não falava, mas mexia os olhos", referiu, acrescentando que ligou a uma vizinha enfermeira, que lhe disse para "telefonar para o INEM".

Quando as equipas de socorro chegaram ao local, Maria Filomena já se encontrava em paragem cardiorrespiratória, acabando por ser declarado o óbito. Na próxima sessão, marcada para o dia 23 de janeiro, será ouvida a médica-legista responsável pela autópsia que viria a ser fundamental para a detenção do filho da vítima, que está em prisão preventiva.
António Santos Aveiro Costa do Valado questões sociais morte acidentes e desastres acidente
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)