Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Noite de terror para emigrante depois de copos e prostituição

Português, de férias na Bélgica, foi espancado e roubado por dois homens.
João Carlos Rodrigues 11 de Outubro de 2018 às 01:30
Dois homens juntaram-se a emigrante em noite de diversão com prostitutas e acabaram por roubá-lo e agredi-lo
Prostituição
Prostituição
Prostituição
Dois homens juntaram-se a emigrante em noite de diversão com prostitutas e acabaram por roubá-lo e agredi-lo
Prostituição
Prostituição
Prostituição
Dois homens juntaram-se a emigrante em noite de diversão com prostitutas e acabaram por roubá-lo e agredi-lo
Prostituição
Prostituição
Prostituição
Uma viagem de férias terminou da pior forma para um emigrante português na Bélgica. O homem, de 30 anos, procurava uma noite de diversão mas acabou amarrado a uma árvore depois de ter sido sequestrado, espancado e roubado. O crime ocorreu em julho e os dois criminosos foram agora detidos pela Polícia Judiciária de Setúbal.

A vítima, um trabalhador da construção civil há vários anos emigrado, dirigiu-se sozinha à zona de Sesimbra na noite de 13 de julho. Com a carteira ‘recheada’, percorreu alguns bares à procura de álcool e mulheres.

Até que encetou conversa com dois jovens, de 21 e 27 anos, que depois de várias rodadas o levaram a dois bares de alterne na zona da Quinta do Conde. Após várias horas e muito álcool, os dois criminosos sequestraram o emigrante e levaram-no para uma zona de pinhal perto de Coina.

Foi então agredido com violência e obrigado a entregar tudo o que tinha de valor: carteira, telemóvel, 200 euros em dinheiro, uma aliança e uma pulseira em ouro. A seguir, a vítima foi deixada amarrada a uma árvore.

Conseguiu soltar-se e pediu ajuda a automobilistas, que alertaram a GNR.

Tramados pelo ouro que venderam 
Os dois ladrões – o mais velho de nacionalidade brasileira e que estava com pena suspensa por vários crimes violentos, o outro um português desempregado – venderam a pulseira e a aliança em ouro numa loja da especialidade perto da zona onde vivem, em Sesimbra.

E foi a partilha desta informação, obrigatória por lei, que levou a PJ à identificação dos assaltantes já que tinham deixado os seus dados. As duas peças foram recuperadas.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)