Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Noivo detido por violação antes de casar em Viana do Castelo

Procuradora do Ministério Público decidiu libertar o pai e filho sem os levar ao juiz.
Fátima Vilaça 14 de Junho de 2018 às 01:30
Procuradora do Tribunal de Viana do Castelo mandou os arguidos em liberdade
Polícia Judiciária
Casamento
Procuradora do Tribunal de Viana do Castelo mandou os arguidos em liberdade
Polícia Judiciária
Casamento
Procuradora do Tribunal de Viana do Castelo mandou os arguidos em liberdade
Polícia Judiciária
Casamento
A Polícia Judiciária de Braga deteve pai e filho, de 40 e 21 anos, suspeitos de terem violado uma rapariga de 16 anos, num hotel de Viana do Castelo, após uma festa.

O mais novo, que vive em Inglaterra desde a altura do crime, voltou no início desta semana a Portugal para casar. Foi surpreendido pelos inspetores da PJ quando se dirigia para a Conservatória do Registo Civil.

Os dois homens estavam a ser investigados desde a altura do crime, em 2016. Foram esta quarta-feira levados para o Tribunal de Viana do Castelo. No entanto, por opção da procuradora do Ministério Público, não foram presentes a um juiz de instrução criminal.

Foram interrogados pela magistrada e acabaram por ser libertados, sujeitos apenas à medida de coação mais branda - termo de identidade e residência.

PORMENORES
Embebedaram a vítima
Os homens são suspeitos de, após uma festa em que ofereceram uma grande quantidade de bebidas alcoólicas à jovem, terem levado a menor para um hotel, onde a violaram.

Abandonada ferida
A vítima foi depois abandonada no quarto, com lesões em várias zonas do corpo. Chegou mesmo a ter de receber assistência hospitalar.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)