Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Nomeações ilegais para gratificados na GNR de Setúbal

Comandantes de posto acusados de se autonomearem para serviços.
João Carlos Rodrigues 22 de Abril de 2019 às 08:37
Associação dos Profissionais da GNR denuncia nomeações ilegais de comandantes para gratificados na Margem Sul
GNR
GNR
Associação dos Profissionais da GNR denuncia nomeações ilegais de comandantes para gratificados na Margem Sul
GNR
GNR
Associação dos Profissionais da GNR denuncia nomeações ilegais de comandantes para gratificados na Margem Sul
GNR
GNR
Há comandantes de postos da GNR de Setúbal a autonomearam-se para serviços remunerados e a nomearem elementos de férias para esses serviços. A acusação é da Associação dos Profissionais da Guarda (APG/GNR) que aponta "regras de nomeação pouco claras" e com "procedimentos pouco transparentes, para não dizer ilegais".

A situação está a "gerar algum desconforto e, em alguns casos, até indignação", refere César Nogueira, presidente da APG. "Estão em causa vários Postos do Comando de Setúbal, sendo que as situações mais graves que nos fizeram chegar reportam-se aos Postos Territoriais do Poceirão e de Setúbal."

A título de exemplo, César Nogueira diz num ofício enviado para o Comando-Geral da GNR que, no Poceirão, dia 10 de março, "existiu um profissional que se encontrava de férias nomeado para um serviço remunerado. Ainda em Poceirão, Setúbal, Alcochete, Azeitão e Paio Pires, os comandantes de posto realizaram serviços remunerados todas as semanas e independentemente de qualquer escala, sendo que muitas das vezes comandaram um militar".

Este tipo de serviço remunerado – conhecido como gratificado - ‘rende’ pouco mais de 40 euros (no caso dos guardas) e cerca de 60 euros (aos oficiais), por cada turno de quatro horas.

"Muitos profissionais recorrem à prestação de serviços remunerados para aumentarem o seu pecúlio mensal", diz César Nogueira. Questionado pelo CM, a GNR refere que o "assunto está a ser analisado internamente".
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)