Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

NOVA ESPERANÇA NO TRATAMENTO DO CANCRO

Um medicamento experimental utilizado em doentes com vários tipos de cancro está a produzir "excelentes resultados", anunciam investigadores do Centro Médico Cedars-Sinai, em Los Angeles, EUA.
3 de Junho de 2003 às 00:00
Os testes foram efectuados com o 2C4, o novo medicamento, em 21 doentes com um avançado estádio de cancro de mama, da próstata, do pulmão, do ovário, do cólon ou do pâncreas.
O novo remédio é composto por uma proteína que age como um anticorpo reforçando o sistema imunológico do organismo.
Segundo os investigadores, durante a experimentação, em quase metade (42 por cento) dos doentes o tumor regrediu consideravelmente de tamanho ou parou de aumentar durante um certo período.
Em três doentes o tumor diminuiu de tal forma que se conseguiu a remissão, enquanto dois destes pacientes tratados com o 2C4 continuam sem quaisquer vestígios do carcinoma desde há mais de um ano, altura em que começaram a tomar o medicamento.
Um grupo de cinco pacientes - três com o cancro da próstata, um com o cancro do pulmão e uma doente com o cancro do ovário - tiveram tumor estabilizado por, pelo menos, três meses após dois ciclos de tratamento.
"O que é interessante é que esta droga conseguiu diminuir o tumor em vários tipos de cancro nos testes iniciais", afirmou David Agus, investigador responsável pela pesquisa, que apresentou os resultados dos testes na reunião da Sociedade Americana de Oncologia, em Chicago.
Neste encontro mundial de especialistas foi ainda considerado que os tratamentos contra o cancro serão, no futuro, concebidos à medida de cada doente, depois de examinadas as particularidades genéticas do tumor. Outro estudo apresentado na reunião revela que a ressonância magnética é o meio de diagnóstico mais eficaz que a mamografia na despistagem do cancro da mama em mulheres geneticamente predispostas para a patologia.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)