Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Novas medidas para julgar crimes de incêndios

Os juízes portugueses vão receber formação sobre crimes relacionados com incêndios e a Polícia Judiciária (PJ) vai passar a contar com um operacional no Centro Nacional de Operações e Socorro (CNOS) de combate a fogos florestais, segundo as novas medidas anunciadas esta quarta-feira pelo Ministro da Administração Interna, António Costa.
17 de Maio de 2006 às 15:49
O governante, que falava na comissão parlamentar eventual de combate a fogos florestais, disse que a acção de formação para magistrados vai realizar-se em Julho, no Centro de Estudos Judiciários, sobre incendiarismo, que engloba o fogo posto e fogo por negligência.
António Costa explicou ainda que o "oficial de ligação" entre a PJ e o CNOS vai visionar imagens em tempo real para "analisar as ocorrências e a forma como estas aumentam".
Ver comentários