Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

NOVO CARTÃO DE UTENTE EM JANEIRO DE 2004

Em Janeiro de 2004 serão lançados novos cartões de utente. Segundo apurou o CM, o Ministério da Saúde quer cartões com maior número de informação, incluindo dados clínicos dos utentes, e também dados sobre o IRS, uma vez que as taxas moderadoras serão pagas em função dos rendimentos.
15 de Julho de 2003 às 00:00
Para isso, o ministro da Saúde, Luís Filipe Pereira encomendou um estudo a uma empresa externa de sistemas informáticos, do Grupo ACE para elaborar o projecto deste novo cartão do utente.
O cartão terá uma banda magnética e um ‘chip’, onde poderá ser incluído todo o ficheiro clínico do doente, desde o seu tipo de sangue até às analises realizadas. “O objectivo é que o utente vá realizar análises, que possam ficar ali registadas e no hospital o médico tenha acesso a esses dados quando o doente lhe dá o cartão”, explicou ao CM fonte do Ministério da Saúde.
DADOS SOBRE IRS
Além do ficheiro clínico, o futuro cartão irá ter dados relativos aos rendimentos, isto é à tabela do IRS, de forma a que nos hospitais cada doente passe a pagar a taxa moderadora correspondente.
Outro dos objectivos do lançamento do novo cartão do utente é, segundo o Ministério da Saúde, identificar os reais beneficiários do Serviço Nacional de Saúde e dos restantes subsistemas de saúde que existem em Portugal. É que neste momento existem já 13 milhões de cartões, um valor superior ao da próprio população portuguesa. “É preciso fazer um expurgo. Ver quem tem cartão e não tem”, diz fonte do ministério. E acrescenta: “é que para além dos 13 milhões, há vários centros de saúde cheios de cartões que as pessoas ainda não foram buscar”.
O ministro da Saúde quer este novo cartão, com dados clínicos e económicos, logo em Janeiro de 2004. Isto porque será exactamente nessa data que as taxas moderadoras vão começar a ser pagas em função dos rendimentos.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)